Artigos e Dicas

Hoje o termo sustentabilidade está na moda e uma das definições para essa palavra pode ser a habilidade, no sentido de capacidade, de sustentar ou suportar uma ou mais condições, exibida por algo ou alguém. É uma característica ou condição de um processo ou de um sistema que permite a sua permanência, em certo nível, por um determinado prazo. Em anos recentes, o conceito tornou-se um princípio, segundo o qual o uso dos recursos naturais para a satisfação de necessidades presentes não pode comprometer a satisfação das necessidades das gerações futuras.

E o que seria um jardim sustentável? Não há definição exata para isso, creio que apenas boas atitudes. Mas ao lembrarmos que qualquer intervenção no meio ambiente faz diferença, podemos entender que a confecção e/ou o manejo de um jardim também o fará.

Sugiro para nós Jardinistas: que nossas ações sejam planejadas, que os ambientes sejam estudados, que procuremos ver além dos limites físicos da área do jardim. Que nos questionemos: Como é o entorno? Como é composta a vegetação da região? Quais são a fauna e flora presentes? Quais recursos naturais serão utilizados? Enfim, devemos entender que um empreendimento, por menor que seja (como a criação de um pequeno jardim), siga os princípios básicos da sustentabilidade, ele deve ser:

• ecologicamente correto;
• economicamente viável;
• socialmente justo;
• culturalmente aceito.

Um bom exemplo é a reutilização da água da chuva, isto sim é um ato de sustentabilidade. Atitude!!!